sexta-feira, 2 de junho de 2006

Lula insinuou que Quércia era ladrão em 1994


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador Orestes Quércia (PMDB) trocaram ofensas em 1994, quando ambos disputaram a Presidência. Em fevereiro, Quércia disse que "o candidato da direita é Lula, com seu partido fascista", ao que o petista respondeu dizendo que Quércia usava "métodos semelhantes aos da Gestapo".
Quércia voltou ao ataque: "Lula pertence a um partido que durante o dia finge defender os trabalhadores e à noite bebe uísque com a burguesia". E criticou o petista: "Lula nunca dirigiu nem um carrinho de pipoca". Este retrucou: "É verdade que nunca dirigi um carrinho de pipoca, mas também nunca roubei a pipoca".
Os dois se aproximaram em 98: "O Lula eu respeito e admiro", disse Quércia. Lula retribuiu em 2002: "Até agora não teve nenhuma acusação [contra Quércia] concretizada".(FSP)

Um comentário:

Denis Hardt disse...

podemos chamar isso de conveniência ou safadeza. independente do nome dado, é isso que destrói o mundo. e nós? aonde estamos?
Abraço,
Denis