sábado, 29 de julho de 2006

Artigo

SÓ FICAR INDIGNADO NÃO ADIANTA
11/05/2006

Me esclareçam uma coisa: Para que servem a Procuradoria-Geral da República, a Ordem dos Advogados do Brasil, o Supremo Tribunal Federal, o Tribunal de Contas da União e instituições afins? Para que serve a Constituição Federal? Para, entre outras atribuições e na sua área de atuação,zelar pelos direitos sociais e individuais, pela democracia, pela ordem econômica e social, etc, etc, etc... Tá bom, mas ... onde está todo mundo? Estou vivendo um pesadelo de olhos abertos... Meu país está sendo espoliado e saqueado desde a era Collor e nós só o mandamos para casa mais cedo! Em que país sério um presidente e sua equipe econômica meteria a mão no bolso do cidadão (caso do congelamento) e ficaria por isso mesmo? Em que país sério uma contribuição provisória se torna definitiva (além de ter sua função original desviada) e fica por isso mesmo? Em que país sério Medidas Provisórias se tornam medidas definitivas? Em que país sério, de verdade, políticos recebem propina, assumem que recebem e fica por isso mesmo? Tesoureiros assumem caixa dois e, no máximo, são desligados do partido, explodem reportagens sobre decisões judiciais tendenciosas e fica por isso mesmo, empresas vencem licitações e depois, a um ano do PAN, verificam que não têm condições de levarem o projeto adiante, desistem e... fica por isso mesmo.
Hospitais prontos e equipados não são inaugurados por falta de pessoal enquanto outros hospitais têm pessoal mas não têm equipamento, as Bolsas-Isso, bolsa-aquilo, são distribuídas com o dinheiro da classe média e pobre, enquanto a elite viaja para a Europa e seu dinheirinho está confortavelmente guardado nos cofres suiços (por que aqui eles só deixam "merrequinha" para enganar o Imposto de Renda).
Nós merecemos, gente... Nós merecemos os políticos, os administradores , os governantes que temos... Não fiscalizamos, não telefonamos, não mandamos e-mails ou cartas para os eleitos ficarem cientes que "estamos de olho". Será que, ingenuamente, esperamos que a grande imprensa, se indigne? Será que ingenuamente esperamos que os grandes empresários, os "gigantes" se dignem a tomar uma providência? Se estamos, somos mais ingênuos do que pensamos. Evidentemente que devemos separar o joio do trigo mas... É o assalariado que se beneficia dos lobbies,, dos contratos "de gaveta", dos "toma lá, dá cá"? É o "mísero mortal" brasileiro que lucra com as negociatas brasilienses, paulistanas, cariocas? Faz-me rir...
Se você é professor, eu pergunto: Quantas vezes vc conversou com seus alunos sobre a importância do voto? Se você é médico, enfermeiro, auxiliar ou coisa que o valha, quantas vêzes você alertou ao paciente para, da próxima vez, ser mais cauteloso ao votar e fiscalizar quem votou? Se você é um presidente de Associação de Moradores, síndico, ou equivalente, quantas vêzes você já falou sobre a importância de se pesquisar os candidatos? Fala a verdade: Você até já esqueceu em quem votou, não é mesmo? Se não esqueceu, eu pergunto: Já escreveu ou telefonou para ele ou ela?
Merecemos morrer à míngua, pois estamos esperando um Super Herói imaginário que venha por ordem na casa, quando essa atitude deve partir de todos os cidadãos brasileiros. Ficamos comodamente sentados em nossas poltronas, chamando todo mundo de ladrão e corrupto, e não sentamos em frente ao computador para mandar uma mensagem "educada" para eles, não escrevemos aos "Guardiões da Democracia" perguntando por que eles ainda não tomaram nenhuma providência.
Ficar só indignado não adianta. Tem que ir à luta. Eu vou à luta com essa merda de site aqui, e você? Faz o que?

www.luizhenrique.com

2 comentários:

Hermano Leitão disse...

Concordo em gênero e grau com o seu texto. Parabéns! Para seu alento, também uso a palavra para uma ação política. Escrevo editoriais para jornal on-line com igual foco. Vamos em frente!

Joel S. Candido da Silva disse...

O artigo foi escrito pelo Luiz Henrique. O site dele está logo abaixo do escrito.